Notícias

05/07/2017

Inovação e criatividade na área de Recursos Humanos: o caminho para o aperfeiçoamento

Tendo como principal premissa na sua identidade organizacional o desenvolvimento de competências dos servidores por meio da Educação Corporativa, o Centro de Formação dos Servidores Públicos de Pernambuco (Cefospe), órgão vinculado à Secretaria de Administração (SAD), empenhado em promover a disseminação de novas plataformas e ferramentas para melhor capacitar o capital humano do Estado realizou, na quarta-feira (28.06), o VII Encontro do Cefospe com Gestores de Pessoas.

O Evento iniciou-se com a apresentação cultural da Acordeonista Karoline Maciel, que brindou o público com músicas regionais. Foram em seguida apresentadas duas boas práticas: “Remissão de Pena pela Leitura” e “Curso de Segurança e Proteção de Autoridade”. A primeira foi bastante impactante quando o Secretário de Justiça e Diretos Humanos Pedro Eurico evidenciou o poder de transformação e libertação dos reeducandos do Sistema Prisional através da leitura. A segunda boa prática apresentou a dinâmica do Curso de Segurança e Proteção de Autoridades, que qualifica a corporação para atuar de forma eficaz e profissional frente a inúmeras situações de proteção de autoridades do Estado e visitantes.

Os participantes assistiram atentos à palestra “Educação Corporativa e RH: uma parceria estratégica”, ministrada por Ana Karla Cantarelli que, além de palestrante, é professora na Faculdade Boa Viagem (Devry University) e presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-PE).

Durante sua explanação, Ana Karla Cantarelli trouxe respostas estratégicas e inovadoras para o aprendizado contínuo da educação corporativa. Dentre os principais tópicos abordados, está o conceito de educação voltada para o adulto intitulado: andragogia. Segundo Cantarelli, estudar e aplicar esta metodologia dentro da educação corporativa é imprescindível para incentivar o aprendizado de um adulto. “Segundo a andragogia o adulto só assimila ou aprende aquilo que é interessante para ele. Portanto, como levar mais servidores às salas de aula e assim desenvolve-los da melhor maneira possível? Levando assuntos que sejam pertinentes aos interesses dele e  que, conseqüentemente, se apliquem aos interesses da empresa/órgão também”, esclareceu Cantarelli.

Na prática, Ana Karla aconselha que antes de oferecer capacitações aos servidores é interessante que haja o mapeamento de competências nos órgãos, ou seja, o estudo para definir as competências necessárias para cada cargo dentro da empresa. “Isso torna o serviço ainda mais eficaz, pois ficamos cientes do que o corpo técnico de um determinado órgão precisa para melhorar determinado tipo de função e obter um resultado efetivo com trilhas de aprendizagem”, salienta a profissional.

Cantarelli fez ainda um apanhado de vantagens da educação corporativa para órgãos e secretarias estaduais.  Entre elas: alinhamento com a cultura organizacional da empresa; compartilhamento de responsabilidades e o fortalecimento da gestão. Já para o profissional a educação corporativa resulta no protagonismo da carreira profissional; no desenvolvimento de competências; na ampliação de desempenho e na visibilidade perante o mercado e dentro de sua área atuante.

Para a Diretora do Centro de Formação, Analúcia Cabral, o encontro traz diversas possibilidades no tocante ao aprimoramento de competências. “O Cefospe visualiza o setor de recursos humanos como um grande aliado estratégico para o fortalecimento da Educação Corporativa no Estado.  Portanto,  fazemos questão de reuni-los e incentivá-los, atualizando-os sobre os novos projetos do Cefospe, disponíveis para os servidores, e as novas temáticas de aprendizagem organizacional.”, complementou Analúcia.

O encontro também contou com a presença das Universidades Nova Roma, Universo, Facottur, Ubec e Estácio que estão entre as 12 instituições de ensino superior que possuem parcerias e convênios com o Cefospe.  “Essa cooperação técnica vem para firmar ainda mais o compromisso do Cefospe com o  desenvolvimento dos servidores públicos do Estado de Pernambuco. Convidamos as Universidades para apresentarem os cursos de graduação e pós-graduação disponíveis e esclarecerem dúvidas sobre descontos e outras possibilidades de parcerias”. esclareceu Analúcia Cabral.

À tarde os presentes puderam participar dos mini cursos: “Aprimorando a Comunicação com o auxílio do Coaching” e “Cultura e Clima Organizacional”, ministrados pelo professor, coach e analista Comportamental, Paulo Carlos da Silva e pela professora, Mestra em Psicologia Social e Organizacional, Marineide Batista, respectivamente.

Para a coordenadora de desenvolvimento de competências da Secretaria da Controladoria Geral do Estado (SCGE), Karla Mialaret, o encontro foi produtivo e esclarecedor. “Trouxe muitas fontes de aprendizado e aprimoramento. Ana Karla Cantarelli é referência na área e nos brindou com uma palestra elucidativa e instigante. Grande iniciativa do Cefospe em nos oferecer um encontro tão rico”, disparou a servidora.